Juntos fazemos o bem!

AEBVB

Mensagem - Janeiro/2015

“A Ele Honra, Glória e Poder para todo o sempre.” Apocalipse 5.13

 

30 anos de Programas Sociais! 30 anos transformando vidas!

30 anos acolhendo crianças, adolescentes, jovens e famílias, e buscando a restauração física, emocional, espiritual e social dessas pessoas.

 

Em 2015 celebramos 30 anos desde que os programas sociais do Vale da Benção iniciaram.

Como nasceu esse ministério?

“Foi um desafio que recebemos para ajudar a retirar crianças e adolescentes das ruas da Lapa, bairro de classe média na região central da cidade de São Paulo. Havia centenas de crianças e adolescentes vivendo nas ruas centrais da Lapa, alimentando-se de restos de lixo, sofrendo maus tratos e sem nenhuma perspectiva de saírem daquela situação.

Alugamos uma casa próxima do centro da Lapa e montamos um restaurante para crianças. Logo tínhamos muitos “clientes”. Começamos a pedir voluntários nas igrejas e várias pessoas vieram nos ajudar. Precisávamos de comida para tantas crianças famintas. As igrejas nos socorriam. O comércio fazia doações. E, assim, alimentávamos centenas de crianças.

Os voluntários cortavam o cabelo das crianças, cortavam suas unhas, davam banho neles e trocavam suas roupas, roupas que ganhávamos. Dentro de algum tempo começamos um programa de alfabetização e outras atividades, mas ao final do dia eles voltavam para os barracos ou para debaixo dos pontilhões.

Dentro de dois ou três meses fomos forçados a alugar a segunda casa para começar a retirar as crianças da rua. Nesse ponto o programa tinha sido batizado como CASA DO MEU PAI. E era de fato a Casa de Deus para todas aquelas crianças.

Desde então temos tido o privilégio de resgatar milhares de crianças e adolescentes”  (Depoimento do Pr Jonathan).

Com a graça de Deus, aquele programa chamado CASA DO MEU PAI, multiplicou-se, deu frutos. Milhares de crianças e adolescentes tiveram suas vidas impactadas através de ações que transformam e do compromisso com a justiça.

Hoje continuamos com muitos desafios e felizes pelo fato de assistirmos famílias em situação de risco, por estarmos presente em comunidades, pelo ambiente seguro para as crianças e adolescentes que vivem nos abrigos, pelas atividades de educação, cultura e inserção no mercado de trabalho.

Foi em um dos nossos programas mais recentes, chamado Vou Vencer, que tem por objetivo inserir adolescentes no mercado de trabalho, que tivemos uma experiência linda.

William, 19 anos, veio para o Vale da Bênção  fazer o  curso introdutório do Adolescente Aprendiz que durou seis meses.Terminado o curso seucurrículo foi enviado a empresas da cidade.

Uma empresa ligou marcando entrevista. Após uma semana, enviaram a resposta afirmativa da sua aprovação. Desde então, William está trabalhando nesta empresa.

Passado um tempo tivemos o Mutirão de Oração para as Crianças e Adolescentes. Convidamos todos os adolescentes para participarem conosco.  Willian estava presente e foi impactado pela ministração e oração que recebeu.

Após este dia ele começou a fazer diversos questionamentos acerca de Jesus e disse que tinha vontade de conhecer a igreja do Vale. Sua professora Edicleide o incentivou a fazer uma visita a igreja e ele fez. Começou a frequentar os cultos, envolver-se com o grupo dos adolescentes e iniciou o curso de preparo ao batismo. Hoje participa das atividades para os adolescentes e tem a cada dia demonstrado crescer nos caminhos do Senhor.

Louvamos a Deus por esta escolha de William e isto nos faz lembrar que durante os 30 anos de trabalhos sociais nos mantivemos nos princípios bíblicos de temor a Deus, seguindo três valores que nos regem dia a dia. 

1)Amamos a Deus sobre todas as coisas. 2)Temos a Bíblia como fé e referência. 3) Valorizamos a prática da oração.

É assim que queremos celebrar os 30 anos deste ministério e trabalhar para sua continuidade. Queremos ver muito mais frutos e queremos continuar desempenhando ações de justiça e misericórdia.

Que o Senhor seja louvado.  “A Ele Honra, Glória e Poder para todo o sempre.” Amém!

Continue conosco! Continue com nossas crianças!

 

Débora Fahur