Juntos fazemos o bem!

AEBVB

Carta do Mês - Janeiro 2018

Pedi e dar-se-vos-á, buscai e achareis; batei e abrir-se-vos-á.
Porque qualquer que pede recebe; e quem busca, acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á.

Lucas 11.9-10

Após as festas de Natal e Ano Novo, ouvi um testemunho que encheu meu coração de alegria e fé.

Mantemos no Vale da Benção há mais de 30 anos, o ministério de oração e intercessão, onde as pessoas vêm sozinhas ou em grupo, participar da Vigília de Oração, no Centro de Oração. Este local, que se encontra no coração do Vale da Benção, foi inspirado na história da Comunidade Morávia de Herrnhut na Saxônia. Nosso objetivo é orar até a volta do Senhor Jesus e Deus tem nos dado a graça de manter este compromisso. 

Uma das irmãs responsáveis pela escala de oração dos intercessores, me disse que no dia 31 de dezembro, assim que despertou pela manhã, teve um pensamento muito forte: “Vamos passar a virada do ano orando”. Ela disse que a princípio estava programada passar este tempo na igreja.

Por volta das 21h, se encontrou com mais cinco mulheres intercessoras, e então teve uma surpresa. Estas irmãs, a convidaram para passar a virada do ano orando no Centro de Oração.

Estas irmãs juntas, oraram das 22h até 01h da manhã do dia primeiro de janeiro, agradecendo ao Senhor pela Sua fidelidade e intercedendo pela liderança do Vale da Benção e pelos parceiros deste ministério. Elas foram conduzidas a orar mencionando o nome das pessoas e suas famílias.

Ao ouvir este testemunho, agradeci ao Senhor por Ele ter levantado estas irmãs de fé e oração para interceder por tantas famílias, que tem se envolvido no Ministério Vale da Benção.

Foi então que me lembrei de uma família muito especial. Uma família que o Senhor enviou para adotar três crianças justamente entre a semana do Natal e Ano Novo.

Havíamos recebido o Cauã, quatro anos, Gabriel dois anos e Diomar, um ano. Estas crianças sofriam maus tratos por parte dos pais, usuários de drogas e álcool. Infelizmente, foram abandonados totalmente e encaminhados a Casa Nova Vida - Vale da Benção pelo juiz da Vara da Infância e Juventude.

A criança menor, Diomar, se encontrava acometido por um problema respiratório.   Passou por vários períodos de internação hospitalar, e mesmo assim não recebemos um diagnóstico preciso. Estas crianças receberam cuidados médicos, muito afeto e muita oração na Casa Nova Vida.

Como resposta de oração, um jovem casal veio visitar as crianças, indicadas pelo próprio juiz, com possibilidade de adoção. Precisaria haver um Milagre para que as crianças permanecessem juntas, não houvesse a separação dos irmãos. 

No decorrer das visitas fomos percebendo o vínculo de afeto e amor que se formou entre o casal e as crianças. Este vínculo foi se tornando forte e as crianças começaram a chamá-los de papai e mamãe. 

Passou-se um tempo, e finalmente o casal recebeu a liberação para o processo de adoção.

As crianças passaram as festas de Natal em família. Prepararam ainda um grande piquenique para todas as crianças que residem na Casa Nova Vida, para juntos celebrarem este grande Milagre.

Histórias como a do Cauã, Gabriel e Diomar não acontecem por acaso.

Acontecem porque o Senhor ouve e responde as nossas orações.

Cremos que as nossas e as suas orações fizeram a diferença neste ano.

Passamos por lutas, escassez, pelejas, dificuldades..., mas dia após dia o Senhor mostrava a sua fidelidade, nos ensinando a descansar e confiar Nele e na Sua boa mão. Assim, colhemos diariamente a porção dispensada a nós e colhemos a realização de Milagres, como a adoção destas três crianças.


Somos gratos a Deus pela sua vida. Por você que tem tido o compromisso de nos apoiar financeiramente e em oração. 

Que o Senhor lhe conceda experiências de fé no Novo Ano.

Que o Senhor lhe conceda Milagres como resposta as orações. 

Que o Senhor o abençoe e o guarde!

Continue conosco! Continue com nossas crianças!

Débora Fahur
Diretora de Programas Sociais