Juntos fazemos o bem!

AEBVB

Carta do mês - Abril 2017

“Deixamos nossa família e encontramos uma nova família. A família da fé.”

O Brasil tem 8.863 refugiados reconhecidos, de 79 nacionalidades, principalmente da Síria, Angola, Colômbia, República do Congo e Palestina. Destes, 28.2% são mulheres. Fonte: CONARE 2016.

As principais causas dos pedidos de refúgio são violação de direitos humanos (51,13%, perseguições políticas (25.68%), reunião familiar (22,29%) e perseguição religiosa (4.08%).

O Vale da Benção impactado com esta situação iniciou um trabalho destinado a irmãs e irmãos estrangeiros, imigrantes que necessitem de apoio provisório, visando sua adaptação no Brasil.

Ao longo destes primeiros meses de trabalho acolhemos oito pessoas em situação de refúgio. Uma pessoa da Síria, uma do Iraque, uma da Nigéria com o seu bebê e uma família do Egito. As histórias que as trouxeram até ao Vale são de impacto, descortinando a vulnerabilidade a que fica exposto quem sofre com a perseguição religiosa severa.

Os casais com seus dois filhos são os nossos acolhidos mais recentes e a cada dia estão mais familiarizados com o jeito brasileiro de ser. As crianças, uma menina de nove anos e um menino de quatro, foram integrados nas atividades infantis desenvolvidas na Cidade da Criança, e juntos enfrentam o desafio da aprendizagem da língua portuguesa. Gostam muito das atividades na igreja e aos poucos já estão se adaptando aos costumes da sua nova terra.

Um dos pontos bem interessantes nesta integração de culturas é o fato de que todos esses irmãos e irmãs perguntam nas primeiras semanas do Programa: “No Brasil vocês comem arroz e feijão todos os dias? ”  E a nossa resposta é afirmativa. “Sim, todos os dias. ”

Estamos trabalhando para que o Vale da Benção seja um ambiente de acolhimento, que possa oferecer alimentação e abrigo temporário, aulas de português, acompanhamento na regularização de documentos pessoais, acompanhamento médico, pastoreio e cuidado emocional da família.

Louvamos a Deus pelas pessoas que têm nos apoiado nas reformas e pinturas das casas. Pelas doações de mobília, roupas de cama, brinquedos e vestuários.

Também somos gratos pelos voluntários que têm oferecido as aulas de português e pelas pessoas que estão trabalhando ativamente em diferentes áreas, buscando sempre o bem-estar destes irmãos.

Um dos aspectos que mais nos emociona é o fato de que os imigrantes e refugiados estão vivendo a separação das suas famílias e do seu país de origem. Muitos deles nunca mais encontrarão suas famílias novamente.

Neste contexto de separação e perda, uma das frases mais lindas que ouvimos de um destes irmãos foi: “Deixamos nossa família e encontramos uma nova família. A família da fé. ”

Oramos pelos nossos irmãos e irmãs que hoje são afligidos por esta situação.

Oramos para que a dor deles seja a nossa dor e que sirvamos de cura, através de ações que transmitam o amor de Jesus.

Você pode nos ajudar neste trabalho.

Precisamos das suas orações e intercessões para que o Senhor envie as famílias em paz e proteção. Que estas famílias sejam completamente restauradas e nos ajudem a restaurar milhares de outras famílias, através do amor.

Precisamos da sua contribuição financeira, para cumprirmos este grande desafio!

Que o Senhor o abençoe grandemente!

 Débora Fahur

Diretora de Programas Sociais

0.0

No Comments Yet...

Leave a reply

Your email address will not be published.